Centro de Memória do Bixiga

Autor construtor: desconhecido
Projeto: 
Rua Treze de Maio, 569 – Bixiga/Bela Vista – São Paulo- SP – Brasil


Motivo do Tombamento: 
O edifício enquadra-se na zona de proteção definida pelo Programa de Preservação e bens culturais Arquitetônicos do bairro Bela Vista.Considerando a importância histórica e urbanística do bairro da Bela Vista na estruturação da cidade de São Paulo, como sendo um dos poucos bairros paulistanos que ainda guardam inalteradas as características originais do seu traçado urbano e parcelamento do solo; Considerando a existência de elementos estruturadores do ambiente urbano, como ruas, praças, escadarias, largos, etc., com interesse de preservação seja pelo seu valor cultural, ambiental, afetivo e/ou turístico ; Considerando a permanência da conformação geomorfológica original nas áreas da Grota, do Morro dos Ingleses e da Vila Itororó, cuja preservação proporciona a compreensão de como se deu a estruturação urbana do bairro ; Considerando o grande número de edificações de inegável valor histórico, arquitetônico, ambiental e afetivo, muitos delas remanescentes da ocupação original do bairro, iniciada no final do século XIX ; Considerando a ocupação atual do bairro caracterizada pela mescla dos usos residencial, cultural, comercial e de serviços especializados ; Considerando a vocação do bairro e o seu grande potencial turístico de âmbito nacional; Considerando a população residente na Bela Vista, cuja permanência e ampliação é fundamental para a manutenção da identidade do bairro; Considerando futuras propostas de renovação urbana visando promover a melhoria das condições de uso e ocupação do bairro da Bela Vista em harmonia com o presente instrumento de preservação.

Descrição Técnica:  Residencia de um pavimento

Histórico: O Centro de Memória do Bixiga (CMB) é uma iniciativa da SODEPRO para registrar um pouco da história do bairro do nosso querido BIXIGA. Foi criado em Outubro de 2007 por Walter Taverna, neto de sicilianos e morador do bairro desde seu nascimento, em 1933. Contando com documentos e fotografias de seu acervo pessoal, Taverna deu o ponto de partida para fundar a instituição. Ao longo de sua vida “Seo” Walter como é conhecido, lutou para salvaguardar a memória, tradições e peculiaridades do Bairro, tanto que para afastar as incorporadoras que rondavam o Bixiga, ele pediu em 1985 o tombamento do local, que só aconteceu em 2002.

O acervo do CMB tem como suas principais temáticas: Biografia e Contribuição Social de “Seo” Walter ao Estado; Cidade de São Paulo; Bairro do Bixiga seus personagens, eventos e curiosidades.

Partindo da premissa de disponibilizar estas informações á população, iniciou-se o processo de catalogação deste acervo que visa reunir, tratar e disponibilizar as temáticas acima citadas por meio de um banco de dados. Atualmente, é um dos mais ricos acervos de memória de bairro, reunindo diferentes documentos textuais, bibliográficos, iconográficos, audiovisual, clippings e acervo museológico.

O que acontece aqui :  Um espaço do Acervo da SODEPRO, um  espaço de diálogo e fomento da valorização da história oral de moradores do local.

Referencias: http://www.centrodememoriadobixiga.org/

Resoluções de tombamento 22/02


Dados Oficiais do bem imóvel


Esferas de tombamento:  CONPRESP

Áreas de envoltórias:

Dados da Sub-Prefeitura:  Desenvolvimento urbano

Caracteristica de aproveitamento, predimensionamento dos lotes

Dados do tombamento pelo CIT :

RES. 22/02 –   RES. 01/93

Nível de tombamento:  NP3 – Preservação parcial do bem tombado. Quando se tratar de imóvel deverão ser mantidas as características externas, a ambiência e a coerência com o imóvel vizinho classificado como NP1 e NP2, bem como deverá estar prevista a possibilidade de recuperação das características arquitetônicas originais.

End. do imóvel: Rua Treze de Maio, 569 – Bixiga

End.Official pelo IPTU: Rua Treze de Maio, 569 – Bixiga

Setor/Quadra/Lote: 

Resoluções complementares:  não localizado

Diário Official: não localizado

Eu recebo as fichas de imóveis, artigos e noticias, valido e logo após público com os respectivos créditos e referências dos colaboradores. Se você quer ser um autor colaborador entre em contato conosco.